sexta-feira, 5 de abril de 2019

A Mulher à janela - Opinião



Adoro um bom policial que contenha muito suspense e confesso que apesar de guardar este livro na "pilha por ler" um bom tempo, foi com enorme curiosidade que comecei a leitura. No entanto depressa me desiludi. A história é muito interessante, a trama está bem construída, mas o livro não "anda". Foi penoso chegar ao fim, embora o autor nos deixe sempre na duvida. Até ao fim, pensei sempre que o criminoso era outro e, bato as palmas ao autor por ter escondido tão bem a personagem do qual ninguém suspeita. 
Este livro, no meu ponto de vista, mais parece um argumento de cinema - tenho a certeza que vai ser um grande filme -, do que um livro. 

Por outro lado, creio que a descrição da Fobia da personagem principal está muito bem documentada bem como todo o envolvimento psicoterapêutico. As descrições de cenários são muito boas e, todas as personagens, sem excepção, também são muito credíveis e, só por isso vale a pena ler o livro. Mas preparem-se para muitas páginas de impasse que tiram o ritmo ao livro.


A Mulher à Janela, é a história de alguém que vive uma vida dramática e a que determinada altura, presencia um crime, mas ninguém acredita nela. Como psicoterapeuta apreciei muito este "caso clínico", mas como leitora, lamento o pouco ritmo do livro, no entanto, a minha opinião vale o que vale e o que para uns pode ser monótono, para outros poderá estar bem. Avaliem por vocês e boa leitura. 

Sem comentários: