sábado, 16 de fevereiro de 2019

"ATÉ TE CONHECER" de Judith McNaugt - OPINIÃO


Judith McNaugth - Westmoreland #3

Este é o terceiro livro da série Westmoreland e também um dos mais românticos e de leitura compulsiva. Como é típico desta autora, o livro tem doses equilibradas de romantismo, mistério, crime e mais no final erotismo quanto baste. 
A primeira parte do livro parece um tanto desfasada do resto, uma vez que se centra muito sobre a história da jovem protagonista, no entanto e à medida que os dois personagens se aproximam do encontro "fatal" - porque ia sendo mesmo fatal para um deles - é impossível descolar os olhos do livro. 
Mais para a frente, quando aparecem Witney e Clayton então a história é mesmo deliciosa. Mais uma vez os costumes de Inglaterra do século dezanove, aparecem ao longo de toda a história, no entanto, a novidade é que aborda ligeiramente os costumes dos colonos Americanos, cruzando as duas culturas, quando junta uma americana e um lord inglês da mais alta sociedade Londrina. 
Recomendo vivamente esta leitura, aos apreciadores do género. 



SINOPSE


A sonhadora Sheridan Bromleigh, professora numa escola de elite americana, é contratada para acompanhar a jovem Miss Charise Lancaster até Inglaterra, onde esta se irá encontrar com o noivo, Lord Burleton. Mas a mimada Charise tem outros planos, e acaba por fugir com um rapaz que conhece no navio, deixando para Sheridan o embaraço de dar a notícia. À sua espera nas docas está Stephen Westmoreland, que tem também algo para partilhar: Lord Burleton sofreu um terrível acidente. Stephen assume que a mulher que desce da embarcação é Charise Lancaster e está prestes a revelar a tragédia quando ela é atingida na cabeça… e perde os sentidos. Três dias depois, Sheridan acorda sem qualquer memória de quem é ou de onde vem. A única pista do seu passado está no nome pelo qual todos a tratam: Miss Lancaster. Tem o belíssimo Stephen para cuidar dela e um futuro risonho pela frente. O conhecimento do passado não parece ser assim tão importante... Mas com tantos mal-entendidos à mistura, poderá esta história acabar bem? Dos confins da América à Londres elegante da década de 1820, esta é uma aventura romântica de Judith McNaught que não vai querer perder…




Sem comentários: