domingo, 19 de janeiro de 2020

O Tatuador de Auschwitz - Opinião

Heather Morris

Passaram duas semanas que visitei Auschwitz e desta vez senti necessidade de ler os testemunhos que apareceram nos últimos tempos em livros. Já vos tinha dito que fiquei muito impressionada nesta segunda visita e parece que a forma que encontrei de elaborar o choque, foi lendo sobre o tema. Há algum tempo que tinha o livro na pilha por ler mas desta vez, não o coloquei no fim. Ler este testemunho pela mão da escritora Heather Morris, que teve o privilégio de entrevistar este sobrevivente,foi quase como estar lá, sobretudo porque conheço o cenário com pormenores.
O livro já saiu há algum tempo, mas penso que vale sempre a pena falar sobre um bom testemunho que ficará para memória futura, para que não se repita.

O livro fala da história de amor entre Lale e Gita, uma história real de sofrimento e sobrevivência, mas, para além disso conta também como era o dia a dia do campo de concentração e dos horrores lá vividos.
Gita e Lale ainda jovens 
Gita e Lale já na idade de ouro. 

Se tiverem interesse leiam porque vale mesmo a pena. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

A sua opinião é sempre bem vinda, desde que seja construtiva.