domingo, 6 de novembro de 2016

A Magia do Acaso - Tiago Rebelo



Sinopse

Sofia, secretária num escritório de um famoso advogado, casada com André, um bem-sucedido administrador de uma empresa do ramo imobiliário, e eterna sonhadora, sente-se insatisfeita com a confortável vida que leva. Num encontro improvável conhece Bernardo, um fascinante homem de negócios. Apesar do charme inebriante deste e da inesperada atracção que sente não se decide a pôr em causa o seu casamento. Mas um acontecimento inesperado encarregar-se-á de fazer tremer os pilares da vida monótona que hesita em deixar. Após inúmeros encontros e desencontros, peripécias e reviravoltas, Sofia consegue finalmente fazer uma ruptura total com a vida que levou até aqui, virar a página e entregar-se por completo a Bernardo. Os sonhos e a magia do acaso vencem sempre.

OPINIÃO
Foi o primeiro livro que li do autor. Confesso que há algum tempo que tinha esta vontade, porque fui lendo criticas positivas e porque são temas que me cativam. Gosto de literatura romântica e tenho consumido sobretudo autoras(es) estrangeiras, um pouco desiludida com a escrita massuda e chata de alguns autores nacionais. Não, não vou mencionar quem são! Há gostos para tudo e não vou nomear só porque não gostei. 

Tiago Rebelo, deve andar cá pela minha idade - não me dei ao trabalho de verificar a idade do autor - e já viveu muito certamente. Só alguém que conhece muito profundamente as motivações das pessoas, e os padrões que a vida os faz seguir, escreve o que ele escreveu em A MAGIA DO ACASO. Numa primeira leitura o livro pode parecer banal, mas não é! É muito actual, e foca com acutilância os problemas da sociedade actual.  
Uma escrita leve e límpida, de leitura compulsiva, absorveu-me três serões inteiros ao longo de 400 páginas. Os personagens são muito bem "esgalhados", adorei a Ana Paula e a Alexandra, como personagens secundárias e não vou dizer mais, para não estragar a leitura a quem pretende adquirir o livro. 
Vamos lá a ler autores nacionais porque são tão bons quanto os estrangeiros. Temos que aprender a valorizar o que é nosso, a nossa cultura e, passa por acarinhar os escritores.

Avaliado em 5 ESTRELAS,  por mim, no GOODREADS e na WOOK.

1 comentário:

Paula disse...

Nunca li um livro do autor, mas já está na lista!

Paula

Vida de Mulher aos 40"