domingo, 28 de dezembro de 2014

Escrita criativa- personagens egoístas e arrogantes.


   Não há romance que não tenha um personagem antipático, ou muito arrogante, mas que consegue manter a atenção do leitor. Ele tem qualquer coisa que nos deixa presos e a querer saber mais. Dou como exemplo o personagem masculino da saga familiar “ Anna” e “Gabrielle” que é detestável, mas possui um conjunto de características que nos faz gostar dele. Quando estava a escrever o primeiro livro, pensei transformá-lo num homem diferente (mas isso seria alterar o rumo do romance), pela simpatia que irradiava em conjunto com toda a personalidade perversa. Não vou revelar mais, poderão ver por vocês quando os livros saírem.
Truques para manter o leitor interessado se o personagem principal é egoísta, rude, perverso…
·         O personagem ter amor a alguém (pode até ser um animal) ou alguma causa em especial. As ligações a animais funcionam muito bem para personagens antipáticos.

·         Se o personagem é estúpido, idiota, mas gosta de alguém, pode ser uma pessoa idosa, prende o leitor pela compaixão.

·         O personagem é mau, mas tem dúvidas sobre as suas acções e ao longo do livro os remorsos começam a surgir. Como leitora adoro personagens desse género.

·         O personagem tem todas essas características menos simpáticas, mas o escritor deixa em aberto o decorrer da acção e o personagem é imprevisível e subitamente começa a fazer boas acções, ou a ser mais simpático. Dou como exemplo a personagem masculina do romance “Sedução irresistível “ de Elizabeth Hoyt, que era arrogante, desfigurado pelos traumas de guerra, chegava a ser mau, mas deixava adivinhar que qualquer coisa ia mudar nele. Era impossível não gostar do Alistair. Outro exemplo, para quem se lembra de "E tudo o vento Levou", é Reth Butler, o personagem masculino, rude, grosseiro e quase detestável, mas que grangeou a simpatia do leitor e no cinema do público. 

·         O personagem é mau carácter mas está em perigo e isso entusiasma o leitor.

·         O personagem é muito mau, mas os outros são muito piores, o que faz com que o leitor simpatize com ele.



Sem comentários: