sexta-feira, 12 de maio de 2017

Um Reino de Sonho - Opinião


Este livro foi um sonho de leitura de entretenimento e ainda bem que foi traduzido para português. Embora a edição original seja de 1989, o livro é intemporal como todas as boas obras de literatura. É um romance de época com muita história pelo meio. Este não chegou a ficar tempo nenhum na minha pilha de livros por ler. Não resisti e passei-o à frente de muitos outros que comprei primeiro.

 A autora teve o cuidado de não mascarar a época com coisas tão desagradáveis para um leitor, como por toda a gente limpinha e sem doenças, ou outros disparates que já li noutros livros mal documentados.  Não haviam estradas, demoravam semanas a percorrer cem quilómetros e as intempéries eram destruidoras, para além de que as doenças grassavam pelo povo.

Numa época em que a Inglaterra e a Escócia eram inimigas desenrola-se uma batalha pelo poder entre o rei Jaime e o rei Henrique, e Royce Westmoreland, o temido Lobo Negro amigo do rei de Inglaterra, tenta conquistar a Escócia pela força. Um dia Jennifer Merrick, uma jovem de dezassete anos, que o seu irmão teve a ousadia de raptar de uma abadia, complica-lhe a vida e ludibria-o até que quase o leva ao cadafalso. Entre batalhas, golpes de astúcia e de poder e justas até à morte, desenrola-se um romance medieval, num cenário de guerra, e que nos prende até à ultima linha do livro e no final nos deixa uma sensação de « não devia ter terminado».


Royce e Jennifer fazem um par romântico tão apaixonado quando bélico e, se um é perigoso pela ferocidade com que mata os seus inimigos, o outro é perigoso pela astucia e manha. Se gostarem da autora e de romance de época, recomendo vivamente que leiam.

Avaliado por mim com 5***** no GoodReads

Sem comentários: