sexta-feira, 2 de outubro de 2015

PROMOÇÃO GRÁTIS DE " O homem do Deserto"


" Mansur Janvier Lamar Mustápha era um homem que não passava despercebido. Com modos de cavalheiro educado na europa, muito diferente de alguns marroquinos atiradiços mas inofensivos, tratava as mulheres como se fossem princesas. No entanto essas características não o faziam menos perigoso aos seus olhos. O homem mais educado e bonito que conheceu na sua vida, era também o que mais temia neste momento. Esperava que Ema não se enganasse e que tivessem uma vida feliz. No entanto, a amiga insistia que Janvier estava apaixonado por ela, o que não fazia qualquer sentido.  
- Ema, não perdes uma oportunidade. Porque não aproveitas tu o homem? Disse fazendo beicinho e com ar amuado. - Afinal já estás nos trinta e ainda estás solteira!
- Vou casar com um príncipe. Estou a guardar-me para a realeza. – e iniciou uma dança em torno de Lara, fazendo-a rir.
- Rei dos beduínos? -provocou Lara, rindo à gargalhada enquanto faziam um esforço para caminhar no leito pedregoso do rio e Ema se estatelava com estrondo em cima do cascalho ao pisar uma pedra rolada.  
Lara pegou na mão de Ema para a ajudar a erguer-se e disse:
- Estou mesmo a ver-te a converteres-te ao islão!- e fez um esgar de dúvida. 
- E porque não? Mas se casar com um príncipe muçulmano não preciso de me converter. As mulheres muçulmanas só podem casar com um homem da sua religião, mas os homens não, podem casar com mulheres de outras crenças.- esclareceu, enquanto sacudia as calças de ganga de pedaços de terra e folhas secas que ficaram agarradas com a queda. - Olha, aí vem o teu beduíno.

Aquela frase tornara-se habitual, mas o que Lara pensava era que Ema disfarçava o interesse em Mansur, desculpando-se com ela. Os dois pareciam usar a mesma estratégia e não conseguia perceber porquê. Por vezes pareciam dois patetas e chegava a ser ridículo, afinal ambos passavam dos trinta anos." 

Sem comentários: