sábado, 17 de outubro de 2015

O fim das avaliações fraudulentas na amazon

Depois de vinte anos sem qualquer controlo nas avaliações dos produtos vendidos na amazon, no inicio do ano a empresa resolveu por um fim nas avaliações fraudulentas de produtos que obtinham cinco estrelas sem nunca terem sido comprados os experimentados pelas pessoas que os avaliavam e processar judicialmente quatro sites que supostamente "vendiam" avaliações, um negócio que abrangia mais de 1400 pessoas. 
Neste caso vou apenas falar sobre a avaliação ( reviews) de livros dos autores independentes que publicam na amazon. 
É certo que um livro que não tem avaliação perde vendas, leituras, e desce no ranking, perante outro que tenha avaliações, mas, se formos verificar os livros que tem muitas avaliações, poucos são comprados ( diz compra verificada), são avaliações de amigos, conhecidos, familiares, fãs entre outros que leram o livro noutro lado, ou nunca o leram, portanto são avaliações consideradas pela amazon como falsas. Nos fóruns já li queixas de escritores independentes de que as suas avaliações não aparecem no site da amazon. O motivo é esse: a amazon ( desde o inicio de 2015) passou a cruzar dados e a verificar se existe compra, ou se a pessoa que avalia têm alguma relação com o escritor. 
Pessoalmente já avaliei na amazon alguns livros que li no Wattpad e também já tive uma ou outra avaliação dessa forma, mas neste momento já não é permitido. Apenas podem avaliar os livros as pessoas que compram e as que leram o livro emprestado. 

É justo que a amazon implemente essa politica de avaliação? 
Na minha opinião é. Promove a credibilidade do autor e não deixa que sejam valorizados uns em detrimento de outros, todos os autores, independentes ou não, são avaliados da mesma forma o que permite que autores independentes e autores consagrados estejam no mesmo ranking nas diversas categorias. 

É muito difícil obter uma avaliação, dizem muitos autores. É verdade. Apenas 1% dos leitores avaliam o livro que compram. Arranje estratégias para apelar aos seus leitores que avaliem o seu livro, introduzindo por exemplo, um pedido ao leitor no fim do livro, uma carta apelando à utilidade da avaliação e dos votos e espere pela boa vontade dos seus leitores. 
Para finalizar deixo um alerta: não confiem muito em sites que dizem promover o seu livro a troco de dinheiro e angariam revisões. Já caí numa esparrela dessas e não vi qualquer resultado. São esquemas fraudulentos para sacar dinheiro a autores desesperados por serem conhecidos. A melhor forma de ser conhecido ( mesmo como autor independente) é escrever outro livro, e outro, e outro...os leitores que gostaram vão sempre em busca dos seus livros. 






Sem comentários: