quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Dez verbos a evitar



Dez verbos que dizem em vez de demonstrar. A regra é: “ não diga, demonstre”. Claro que é um exercício difícil e que só consegue com alguma prática em escrever.  
  1. Aparecer
  2. Decidir
  3. Sentir
  4. Ouvir
  5.  Meditar
  6.  Realizar
  7.  Parecer
  8.  Pensar
  9.  Perguntar
  10. Perceber

Como é que evita usá-los, pergunta você? Demonstre as acções do seu personagem ao invés de dizer.
Não diga: Maria entrou em casa muito zangada.
Diga: Maria entrou em casa e fechou a porta com estrondo.

Não diga: João passeava na rua completamente distraído.
Diga: João parou no meio da rua. Um carro parou quase em cima dele e o condutor gritou-lhe “ Vê por onde andas ou anormal!”

Não diga: Susana sentiu o coração a partir-se quando viu o namorado com outra rapariga.
Diga: Não queria acreditar no que via. Os seus olhos deviam estar a pregar-lhe partidas. Não! Não era o Pedro e aquela mulher não ia pendurada nele! O estômago embrulhou-se e a vontade de vomitar obrigou-a correr em direcção a casa.

No primeiro rascunho é difícil evitar dizer em vez de demonstrar e não deve ficar muito preocupado com isso. Quando terminar o livro fique atento a este tipo de armadilhas que tiram a “graça” ao texto e fazem com que o leitor decida se continua a ler ou abandona o livro.
Deve evitar sempre usar estes verbos e dizer o que o personagem vai fazer? Claro que não. Há situações em que deve dizer ao invés de demonstrar, sobretudo em diálogos. No entanto, quando estiver a falar na terceira pessoa evite dizer, demonstre.



Sem comentários: