quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Autores independentes e auto edição/revisão


Editar o seu próprio livro é um desafio para todos os escritores independentes. Como deve apagar ou substituir as preciosas palavras e frases que você trabalhou intensamente durante vários meses?
Embora só tenha começado a escrever há dois anos, já consigo identificar grande parte dos erros que cometia e que antes, por falta de método e treino, não conseguia.
Enquanto auto-editor quando reescrever o seu primeiro livro, não destrua a sua criatividade com a tentativa de ficar perfeito. Não corte demasiado, não transforme totalmente o livro ou alguma personagem, por pensar que os leitores não vão gostar. Os escritores independentes fariam bem em utilizar um site de leitores como o Wattpad.com para recolherem opiniões, ou arranjar os seus leitores beta, aqueles que lhe apontam os erros gramaticais, pontos cegos, falas no enredo, nomes de personagens trocados, entre outras falhas. Com a auto-edição pode poupar dinheiro se não pode pagar a um editor profissional. Se por ventura tem um editor a quem paga, garanto-lhe que embora os editores gostem de exibir o seu conhecimento, eles também gosto de ler manuscritos gramaticalmente correctos.
Pronto para fazer uma auto-edição sólida ao seu livro? Aqui está o que fazer.

1.Descanse o seu manuscrito, ou texto digital- raramente se escreve à mão – durante uma a duas semanas. Quando terminar de digitar a última palavra do seu livro, coloque-o de lado. Resista à tentação de atalhar caminho. Acredite que não vai conseguir ver grande parte dos erros ortográficos e até buracos na trama. Também já saltei etapas e o resultado da edição não foi bom. Seja paciente e reveja várias vezes.

Por que é que deve deixar o livro em descanso? Porque durante essa pausa esquece-se de parte da história e quando o vai ler, quando começar a auto-edição, o livro parece que foi escrito por outra pessoa. Os seus olhos tem que estar atentos e a melhor forma é esvaziar a mente do que escreveu.

2. Imprima o seu manuscrito e corrija os erros no papel, ou leia em voz alta quando faz a edição. Pessoalmente leio em voz alta e acreditem que é muito fácil encontrar os erros, acrescentar frases e características aos personagens, ou seja incrementar a história que antes era apenas um primeiro rascunho.
Para alguns escritores, ver as palavras no papel ajuda a detectar erros que de outra forma não teriam visto. Para outros, ouvir o texto falado em voz alta detecta erros óbvios. Adapte-se à forma em que se sinta mais confortável.

3. Procure palavras preocupantes
Todos os escritores têm palavras específicas e frases que utilizam de forma inconsciente e que tornam o texto repetitivo e sem estética. Se já escreve há algum tempo já deve ter percebido quais são as suas palavras preocupantes, utilize a função de busca do processador de texto para localizar todas as variantes possíveis da palavra ou frase.
Evite usar os verbos aparecer, decidir, sentir, ouvir, meditar, realizar, parecer, pensar e perguntar. Substitua-os por expressões alternativas e não tão óbvias.

4. Remover ou substituir suas palavras muleta
Sabe que palavras que usa com mais frequência quando escreve livremente deixando fluir as ideias? Fora de artigos e preposições necessárias, você pode ser surpreendido com palavras você tende a usar mais e que se repetem. Não tente usar palavras sofisticadas quando as palavras simples e claras cativam mais o leitor. Nem todos os leitores gostam de textos muito elaborados ou com escrita filosófica.

6. Procure por sinais de pontuação problemáticos
Virgulas a mais, mal aplicadas, demasiadas reticências ou pontos de exclamação.
Se você sabe que tem problemas com certos sinais de pontuação, realize uma pesquisa e descubra se os está a usar correctamente. Se mesmo assim ainda não tiver certeza, peça a alguém que o ajude ou deixe o seu editor de corrigi-lo, se puder pagar esse serviço.

7. Publica na amazon? Escolha o template pré-formatado. 
A plataforma da Createspace.com disponibiliza templates pré formatados que facilitam o trabalho de configuração do livro. Uso o template 6x9 polegadas, o formato mais usual de livro. Se vai publicar no formato Kindle, use um documento Word normal, os templates formatados nem sempre dão bons ebooks. Quanto ao tipo de letra eu uso o tipo Garamond tamanho 12, dá um livro bonito quando impresso.

8. Não se exceda na edição
Não arrase o seu livro com excesso de edição. Não vá por ai a cortar frases sem ter a certeza que é necessário. Saiba quando abandonar a auto-edição e decidir que o livro está pronto para venda. Uma coisa é não fazer edição e revisão e colocar um produto de má qualidade no mercado, outra é tentar ser demasiado perfeccionista e correr o risco de desvirtuar o livro.
Boa sorte e até ao próximo post.

Ambra Blanchett



Sem comentários: