quinta-feira, 4 de junho de 2015

Quer construir uma plataforma de autor? Saiba como. Parte 1.


Como construir uma plataforma de autor? Vou partilhar com vocês durante algum tempo a forma como fui construindo a minha marca de autora. Ambra Blanchett é uma marca, tal como fizeram muitos escritores ao longo dos séculos. Muitos dos escritores clássicos da literatura mundial que você leu usavam pseudónimos. Uma vez usado o pseudónimo não crie outros. Isso baralha os leitores e até o escritor.

Os autores independentes defrontam-se diariamente com as dificuldades em tornar os seus livros visíveis no meio de milhares do mesmo género, seja na Amazon, na Kobo, Google Play entre outras plataformas de venda de livros online que aceitam publicações independentes.
Muitos dos autores independentes, como eu, fomos aprendendo com os erros e a ler blogs e sites de colegas que não se importam de partilhar a sua experiência.

Há centenas de sites “especializados” em vender os livros dos autores independentes por preços que variam do baixo, ao razoável e até quantias exageradas. Esqueça. A maioria só quer apanhar o seu dinheiro. Usam a estratégia de tweetar durante uns dias o link do seu livro e depois acabou-se, mesmo que lhe prometam que é válido por um ano. E depois quem é que lê continuamente o tweet? Ninguém. A passagem da informação é tão rápida que só se as pessoas estiverem o dia todo em frente ao computador conseguem ver tudo.

Quando comecei a publicar na amazon em português, cometi os mesmos erros que todos cometem: demasiada pressa em publicar sem passar por um revisor ou editor (é fundamental), e ao início pensei mesmo que não ia vender livros. Passaram mais de dois meses até vender o primeiro livro e, hoje, passados um par de anos, todos os dias vendo livros em português e já cheguei e ter dois livros meus entre os 100 mais vendidos na amazon.br; o livro Anna (o primeiro livro de uma saga familiar que termina com o livro Gabrielle) foi durante um dia o livro mais vendido em português na amazon.com.
Como é que isso é possível?

Elaborando uma estratégia de Marketing que passa por construir uma plataforma de autor.  
Marketing é simplesmente criar conexões duradouras com as pessoas e, em seguida, tornar-se útil aos colegas.

Vai publicar o seu primeiro livro? Pense numa marca de autor. Pode ser o seu nome, como pode ser um pseudónimo. Há vantagens em usar um pseudónimo? Sim e não. Sim, se você tem outra actividade que quer manter bem separada da escrita. Não, porque uma vez criada a marca, passa a ser conhecida por ela e, criar uma marca de autor pode demorar anos até ser conhecida. Exige empenho, dedicação à escrita e lidar com frustrações.

No próximo post vou continuar a escrever sobre a construção da plataforma de autor. Se quiser acompanhar esta matéria, subescreva a nossa newsletter no campo superior esquerdo do blog. O seu email fica anónimo ( até para mim) e pode deixar de seguir quando quiser).
Até ao próximo post.


Ambra Blanchett

Sem comentários: