sexta-feira, 13 de março de 2015

O ponto de vista na escrita criativa


Seleccionar o ponto de vista do narrador é uma das decisões mais importantes a tomar, antes de começar a escrever um romance. Existem três possibilidades: o narrador na primeira pessoa (um “eu” conta a história do ponto de vista da personagem), o de segunda pessoa (é muito raro) e o de terceira pessoa (o mais comum). Destas três hipóteses o narrador na primeira pessoa é talvez o que mais envolve o leitor, sobretudo quando é também o protagonista da acção. Nestes casos, sofre-se, ri-se ou sonha-se com a personagem. O leitor consegue vestir a sua pele. O narrador na terceira pessoa, o mais comum, pode adoptar o ponto de vista de várias personagens ao longo do romance e, podemos afirmar que é quase omnipotente.
Mas como encontrar um estilo próprio? Será possível resistir à influência dos seus escritores preferidos, aqueles que você admira e leu todos os seus livros? Quando se começa a escrever é natural tentar uma imitação, mas ao fim de algum tempo se o escritor não se libertar dessa amarra, não consegue criar o seu próprio estilo. Portanto não despreze os seus escritores favoritos, aqueles com que aprendeu a arte, mas vire-lhes as costas no bom sentido e seja você próprio. Isso não significa deitar fora os autores que ama. Respeite-os escrevendo da melhor forma possível: sendo você próprio, no seu estilo.
É certo que todos os escritores tem um modelo que seguem, a originalidade é algo que é discutível, cria-se através do vemos e lemos, e não há mal nenhum em ter um estilo mais parecido com este ou outro escritor, é diferente de copiar o estilo do outro. Outro preconceito que existe é precisamente o da originalidade. Há quem olhe os escritores de romances como se fossem um estilo menor da literatura, sobretudo se forem histórias de amor. E quem mal tem uma boa história de amor? Nenhum é claro. Portanto se escreve romances não ligue a pretensos seguidores de Saramago ou outros do género ( a quem prezo muito) que dizem que andam todos a escrever o mesmo ( os escritores de romances), porque se escreve o que gosta, decerto haverá quem o leia. Boa escrita.


NÃO SE ESQUEÇA DE ASSINAR A NEWSLETTER PARA FICAR A PAR DOS NOVOS ARTIGOS, PROMOÇÕES  E LANÇAMENTOS.

Sem comentários: