segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O que é que o impede de escrever?


Quando comecei a aventura da escrita, estava convencida que só publicando numa editora convencional conseguia vender livros e ser uma autora conhecida. Hoje, passado mais de um ano de ter publicado o meu primeiro titulo na amazon, em português, já vendi algumas centenas de livros para paises como a Alemanha, Inglaterra, Estados Unidos, Portugal, França, Canadá, Japão e a maioria para o Brasil. Mais internacional não podia ser. Claro que estou a ironizar. 
Mas, preparo-me para novas aventuras, no final de Março, dois dos meus romances vão estar disponíveis em língua inglesa e, em breve serão traduzidos também para espanhol. A auto - publicação veio para ficar e possibilita a muitos autores que viram o seu sonho deitado por terra por receberem, dia após dia, recusas das editoras para onde enviaram os seus manuscritos, ou até, nunca receberam qualquer resposta, concretizarem-no. Pessoalmente aventurei-me logo na producão independente e não estou arrependida. 

Portanto o que é que o impede de escrever? Nada, só você. Por isso mais à obra.
O que precisa para escrever?

Em primeiro lugar vontade. Depois desenvolver competências de escrita, tais como técnica, gramática, e como se escreve um livro dentro do género com o qual se identifica. 
Para além de poder fazer um curso de escrita criativa online ou presencial, pode, acima de tudo, estudar sozinho. Fiz um curso de escrita criativa online, onde aprendi os rudimentos da construção frásica e a seguir entendi que não valia a pena gastar mais dinheiro com uma competência que só eu podia desenvolver. Por mais cursos que façam, ninguém vos vai escrever por vecês, então, toca a estudar. Há dezenas de livros que ensinam a fazê-lo. Passei e ainda passo horas a investigar sobre escrita, publicação e marketing.  A própria amazon lança para o facebook todos os dias dois textos de autores autopublicados com dicas de escrita. 
O truque para escrever bem é escrever, escrever e escrever. E depois fazer revisão muitas vezes, ou então pedir a alguém que o faça por si: um familiar ou amigo com competências de escrita, ou de preferencia, alguem que esteja ligado a si por laços afectivos e possa ser muito sincero consigo. Por mais que custe ouvir algumas criticas, acredite que elas são um bom empurrão para a sua escrita. Uma das editoras que está a trabalhar num dos meus romances, fez-me uma anotação numa página, sobre uma frase que pretendia ser uma piada de humor negro, mas que ia resultar numa ofensa a um povo, portanto um assunto delicado. Aquilo custou ler, mas doeu mais eu nem ter precebido no que é que aquela frase podia resultar. Ela disse simplesmente " desculpe, a sua história é muito interessante, estou a gostar, mas se eu encontrasse uma frase destas, num livro, ia fechá-lo e não o abria mais. Tomei a liberdade de perguntar a uns amigos editores o que fariam e eles responderam o mesmo." Estou muito agradecida à minha editora e tradutora pela sinceridade embora fosse dura comigo. 

Mas não preciso de uma boa estória para escrever um livro?

Precisa. Mas pode começar por um livro pequeno.

E como é que consigo uma boa estória? Fácil. Leia, leia e leia. Não quer isso dizer que vá copiar o que os outros escrevem, isso seria plágio, mas só lendo muito consegue encontrar inspiração para escrever e até para perceber como outros o fazem. Você consegue um bom tema se olhar à sua volta. As pessoas gostam de livros que falem de pessoas comuns e que transmitam valores.  Refiro, como exemplo a minha autora preferida Lesley Pearse. Ela escreve sobre pessoas comuns, com grandes dramas de vida e que conseguiram sobreviver. Esta é uma grande fórmula para quem gosta de romances dramáticos. Eu gosto. 

Outra fonte de ideias podem ser jornais e revistas, lá encontrará temas que podem dar um bom romance. 

Então o que é que precisa para escrever? 

Um computador ou similar porque estamos na era do digital, mas caso não tenha, pode sempre escrever à mão. Há muitos autores que ainda o fazem. Mas, acima de tudo, precisa de vontade e muitas horas de trabalho, a ler, estudar e a escrever.

 Boa escrita e não se esqueça que eu também sou uma autora. Pode ajudar-me a crescer como autora consultando a minha página de autora na amazon e comprando os meus livros. 

Se quiser dicas sobre autopublicação entre em contacto comigo através do email ou assine a nossa newsletter em cima à direita. 

Sem comentários: