sexta-feira, 13 de junho de 2014

GABRIELLE

"Talvez ainda fosse a tempo. Não queria filhos. Não tinha qualquer instinto maternal e chegava a ficar muito preocupada quando Bryan a pressionava muito. Até quando iria conseguir manter o interesse dele? Afinal também foi para ter filhos que ele casara com ela.
Depois do banho dirigiu-se ao piso térreo e desceu as escadas aos saltos, como se fosse uma cabra das montanhas. Podia ser que sacudisse alguma coisa que tivesse entrado clandestinamente – contra a sua vontade-, no seu interior na noite passada.  
 - Anna, que saltos são esses minha filha? – observou Mary.
- Nada Mary, apeteceu-me! – respondeu rindo-se.

 - Bryan já saiu, hoje estava muito atrasado, não teve tempo de tomar o pequeno-almoço. Mas eu vou comer, estou com uma fome de loba. "

Sem comentários: